Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Saiba mais

Castelo Branco: Coração e prevenção do cancro caminham juntos este ano

José Furtado - 14/05/2018 - 17:50

A Marcha pelo Coração decorrerá este ano em simultâneo com a caminhada “O que nos Liga”, do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

A marcha deste ano termina na Afonso de Paiva. Foto arquivo Reconquista

 

A Marcha pelo Coração acontece este ano na manhã de 27 de maio e decorrerá em simultâneo com a caminhada “O que nos Liga”, que assinala os 50 anos do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC).

Esta última caminhada decorrerá em simultâneo em 78 munícios da região, como tentativa de bater o recorde do Guiness para a maior mobilização comunitária na luta contra o cancro.

Quando as duas organizações se aperceberam da coincidência de datas decidiram unir as marchas, caminhando lado a lado durante uma parte do percurso.

A Marcha pelo Coração reúne a partir das 8H45 no parque da cidade e parte pelas 9H30 para um percurso de dois quilómetros, até à Escola Afonso de Paiva.

No centro cívico junta-se a caminhada da LPCC.

A Marcha pelo Coração é uma organização da Associação de Profissionais de Educação Física de Castelo Branco (APEF), que é promovida de forma rotativa com os agrupamentos de escolas da cidade, cabendo este ano essa responsabilidade à Afonso de Paiva.

Na apresentação da edição deste ano, que decorreu esta segunda-feira na Câmara Municipal de Castelo Branco, João Paulo Ramalho explicou o porquê desta solução.

“Não havia necessidade de elas serem divergentes e de alguma mudar. Acho que devia ser um princípio entre as organizações fazerem atividades em conjunto”, referiu o responsável da APEF, associação que está a celebrar 30 anos.

 

Mais informação na próxima edição do Reconquista

 

Recorde a Marcha pelo Coração de 2017

 

 

COMENTÁRIOS

José Maria
Na semana passada
´
E pena parece que têm vergonha de passarem como fundo musica PORTUGUESA. já para não dizer música da nossa BEIRA BAIXA.
Reconquista
Na semana passada
Bom dia José Maria. Não é vergonha. O Youtube aconselha a utilização de músicas que o próprio disponibiliza numa lista, caso contrário corre-se o risco de ter o vídeo bloqueado ou mudo por questões relacionadas com direitos de autor. Já aconteceu anteriormente com algo tão simples como um telemóvel a tocar uma música enquanto decorria uma entrevista. Cumprimentos