Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Saiba mais

Futsal: O tudo ou nada para as equipas da região

Artur Jorge - 23/02/2018 - 15:50

Retaxo é quem está mais apertado. Tem quatro jogos em casa e três fora, mas o sorteio não lhe é favorável.

Boa Esperança e Retaxo iniciam este sábado a fase de manutenção

Os quatro jogos em casa e três fora não constituem grelha especialmente favorável à Associação Desportiva e Recreativa do Retaxo na fase de manutenção na 2.ª divisão de futsal.

Não obstante ter mais encontros na sua quadra do que ao domicílio, a equipa agora treinada por António Amaral, que substituiu Luís Barroso, sairá com 8 pontos (tantos quantos o União de Chelo, mais dois que Miranda do Corvo e mais cinco que Sp, Sabugal) e vai ter de defrontar os adversários diretos (Chelo, Sabugal e Miranda do Corvo) fora de portas. Em casa jogará com aqueles que saem em posição mais desafogada, como AGU Futsal, Amarense, Boa Esperança e Cariense.

A fase de manutenção começa no próximo sábado, dia 24. Em relação aos albicastrenses da Boa Esperança, que saem com 16 pontos (menos 3 que Cariense e Amarense), se vencerem os três compromissos que em casa (Chelo, Sabugal e Miranda do Corvo), terão a missão cumprida: mais um ano de futsal nacional, registo onde em matéria de assiduidade só têm paralelo com o campeão nacional Sporting.

O primeiro compromisso da BBE é em Caria, frente a um opositor com quem empatou por duas vezes na fase regular. Já o Cariense, para além do primeiro encontro com a Boa Esperança, vai jogar ainda na sua quadra com União de Chelo e Sabugal. Concluirá o quadro competitivo, a 14 de abril, no Pavilhão do Retaxo. Entre estes dois emblemas há um historial de disputas muito intenso.

As equipas saem com esta pontuação: Cariense, 19; Amarense, 19; Boa Esperança, 16; AGU Futsal, 10; União de Chelo, 8; Retaxo, 8; Miranda do Corvo, 6; Sp. Sabugal, 3.

Jogos de 24 de fevereiro: AGU Futsal-Sp. Sabugal; União de Chelo-Retaxo, Cariense-Boa Esperança, Amarense-Miranda do Corvo.

SUBIDA. As duas equipas apuradas da série D para a fase de subida, CS S. João e Ferreira do Zêzere, não se vão cruzar. Isto porque os conimbricenses do S. João foram transferidos para a zona norte, enquanto o representante insular, Lusitânia, foi colocado na zona sul.

Temos assim a Norte: Nelas, CS S. João, Candoso, Viseu 2001, Nogueiró, Caxinas. E a Sul: Ferreira do Zêzere, Farense, Olho Marinho, Lusitânia, Eléctrico e Portimonense.

COMENTÁRIOS