Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Saiba mais

Idanha: Bilhetes para o Festival Boom esgotaram em pouco mais de três horas

Reconquista - 21/11/2017 - 12:17

Os bilhetes para a primeira fase tinham sido colocados à venda em outubro mas a organização foi obrigada a suspender a mesma devido a um ataque informático.

Festival acontece no verão do próximo ano. Foto arquivo Reconquista

 

Mais de 15.500 bilhetes para o Festival Boom do próximo ano foram vendidos em apenas três horas e meia, esgotando a oferta feita através da internet.

A informação é avançada esta terça-feira pela organização do festival que acontece a cada dois anos no concelho de Idanha-a-Nova e que terá a sua próxima edição de 22 a 29 de julho de 2018.

Os bilhetes para a primeira fase tinham sido colocados à venda a 19 de outubro mas a organização foi obrigada a suspender a mesma devido a um ataque informático.

Tal como prometido a abertura de uma nova fase de venda de ingressos foi anunciada previamente e concretizada, desta vez, sem problemas.

“Conseguimos esta reação positiva do público sem anunciar o cartaz artístico o que demonstra que este é um festival onde o conceito, a experiência e os valores que defende são mais importantes do que os artistas”, diz em comunicado Artur Mendes, da organização.

“Por outro lado, numa altura em que se fala tanto da desertificação do interior e pouco se faz, o Boom é um exemplo concreto de algo que se instalou em 2002 numa região carente da Beira Baixa e através da cultura e da sua ligação à sustentabilidade tem atraído pessoas, massa crítica, novas gerações, turismo, amplificando a visibilidade internacional da região, dando impacto económico mas também interagindo com os hábitos, os costumes sociais sempre com o respeito na preservação das identidades culturais e o património cultural e natural”, refere o mesmo responsável.

Até ao momento foram vendidos 28.600 bilhetes mas ainda há ingressos que podem ser adquiridos a partir de 19 de dezembro numa rede de embaixadores espalhada por 40 países.

Os portugueses vão ter bilhetes a preços mais baixos.

COMENTÁRIOS

Pedro Miranda
Na semana passada
Gostava muito de estar no próximo boom de 2018, mas visto que já não há bilhetes tenho muita pena bom festival para todos os que possam estar presentes bem hejam