Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Saiba mais

Mário Soares 1924-2017: Luís Correia recorda “figura incontornável da democracia”

Reconquista - 07/01/2017 - 20:32

O presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco manifestou o seu “profundo pesar” pela morte do antigo Presidente da República Mário Soares.

O presidente do município reagiu à morte de Mário Soares através de um comunicado. Foto arquivo Reconquista

O presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco manifestou este sábado o seu “profundo pesar” pela morte do antigo Presidente da República Mário Soares.

Num comunicado divulgado ao princípio da noite, Luís Correia considerou Soares “uma figura incontornável da democracia Portuguesa, pela qual lutou durante a ditadura, tendo sofrido as agruras do exílio e da prisão pela defesa dos seus ideais”.

 Correia salienta a sua marca “indelével” na história de Portugal.

“Como democrata e como Português, não esqueço tudo o que Mário Soares fez pelo País, no combate durante a ditadura e, já depois, em democracia. Devemos-lhe a coragem e a força das suas convicções e não esqueço também o papel incontornável que Soares teve para a construção europeia e para que Portugal fosse membro de pleno direito da então Comunidade Económica Europeia”.

Neste comunicado Luís Correia expressa ainda as suas “sentidas condolências à família Soares nesta hora difícil”, lembrando ainda que “a perda de Soares é irreparável para o País, que perde hoje um dos seus melhores. Soares esteve sempre do lado certo da História”, diz o comunicado divulgado pela Câmara Municipal de Castelo Branco.

Mário Soares faleceu este sábado aos 92 anos.

COMENTÁRIOS