Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Saiba mais

Bairro do Valongo: Nova estrutura técnica está definida

Artur Jorge - 12/07/2018 - 11:18

João Fazenda e Miguel Ângelo Lopes integram o corpo técnico. Coordenação é de Filipe Roque. Juvenis confirmam nacional.

Estrutura técnica do Bairro do Valongo para a época 2018/19

Uma estrutura técnica de dez elementos, encabeçada pelo coordenador Filipe Roque, propõe “um trabalho de qualidade”, segundo os parâmetros “mais adequados”, para que a Associação do Bairro do Valongo se afirme, definitivamente, como “uma referência do futebol de formação da cidade e do distrito”. Foi essa a mensagem que Filipe Roque passou na apresentação dos treinadores para 2018/19, ao fim da tarde da última segunda-feira, momento que foi precedido de um treino aberto de captação de crianças para os escalões base da pirâmide.

Dois nomes com larga experiência no futebol jovem, como João Fazenda e Miguel Ângelo, reforçam o elenco técnico do Bairro do Valongo. Vão ter a seu cargo as equipas de iniciados e juniores, respetivamente, bem como os escalões de petizes e traquinas. “O processo de constituição da estrutura técnica não foi difícil e também não mandámos ninguém embora. Foram saídas circunstanciais”, explicou o responsável da coordenação.

Já o presidente da agremiação destaca a sintonia que existe entre direção e coordenação. “Partilhamos as mesmas ideias e aqui todos vão trabalhar no mesmo sentido. Estamos motivados”, disse na apresentação Francisco Matos.

Eis então os nomes dos técnicos que vão intervir no terreno: Miguel Ângelo Lopes (juniores e traquinas), Jorge Cruchinho (juvenis), João Fazenda (iniciados e petizes), Nuno Dias (infantis, fut9), Luís Duarte (infantis, fut7), Duarte Lavado (benjamins), José Carlos Marques (guarda-redes), José Alexandre (adjunto), Ricardo Mark (adjunto), Hélder Correia (adjunto). O departamento clínico será liderado por Vitor Marafão.

JUVENIS. A Associação do Bairro do Valongo confirmou a inscrição da equipa de juvenis no campeonato nacional da categoria. O estatuto que adquiriu por via do título distrital da última época, está acionado, ainda que o líder diretivo se mostre prudente na abordagem à participação: “Não nos passa pela cabeça não participar. Mas há condicionantes. Estão confirmados alguns atletas e a equipa tem treinador. O início dos trabalhos está marcado para 24 de julho. Esperamos conseguir reunir um plantel à altura das exigências de um campeonato tão difícil. A preocupação passa por conseguir formar um grupo coeso, para que o risco de desânimo face às contingências da competição seja diminuído”, explicou Francisco Matos.

COMENTÁRIOS