Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Saiba mais

Digressões Interiores: São tuas as rosas do meu quintal

João Lourenço Roque 0

A vida tem que ser vivida olhando para a frente, mas sem esquecer o passado. 

Leitores: Barragem do Alvito- Câmara de Proença, Fale curto e grosso

Francisco Gonçalves 0

Desde 2003 que o Reconquista tem publicado alguns textos de minha autoria e nos quais elenquei vantagens da construção da Barragem do Alvito para o desenvolvimento da região.

Direito de Resposta: Poluição na barragem- A procura apressada de um bode expiatório

Agostinho Martins 0

Dono do cerejal junto à barragem de Santa Águeda comenta o recente caso de poluição verificado na albufeira.

Leitores: Soalheira. O Zé Félix merece solidariedade

J.Martins da Silva 1

Falamos do Zé Félix da Soalheira, que toda a gente conhece por “Zé aleijado”. Nasceu assim mesmo já lá vão 76 anos, sem pernas e mãos,portador de uma deficiência que lhe confere uma incapacidade permanente de 94%, atestada pela Delegação Regional de Saude do Centro.

Leitores: Hospital Amato Lusitano. É uma vergonha o que se está a passar

Fernando Jorge 2

O que se passa no Hospital Amato Lusitano é uma vergonha. A Unidade Local de Saúde de Castelo Branco está a ser gerida de uma forma que considero sórdida e perversa o que é uma vergonha.

Digressões Interiores: Outros tempos, outros sinais

João Lourenço Roque 0

Em tempos recentes de seca prolongada, admira-me, mas só até certo ponto, não terem ressurgido antigos rituais e manifestações de religiosidade popular.

Leitores: Castelo Branco. Dia Internacional dos Museus

Hugo Lopes 1

No passado dia 18 de maio, celebrámos o Dia Internacional dos Museus. Tendo em conta esta comemoração, importa refletir sobre os Museus da nossa cidade e do nosso concelho.

Digressões Interiores: Onde cantam os rouxinóis

João Lourenço Roque 0

Outra vez, as Benquerenças airosas. Avistam-se de perto e de longe, mas não vejo ninguém. Apenas outras lembranças do rio, outras histórias e imagens da vida passada. Há tempos encontrei o Zé Pisco em Castelo Branco, alquebrado e queixoso: ”Já morreram todos os moleiros, só resto eu… O homem que eu era e aos pontos a que cheguei…” 

 

Leitores: Castelo Branco. Prioridade à habitação

João Carvalhinho 0

A habitação é um direito fundamental constitucionalmente consagrado.

Leitores: O bar do hospital

Luís Ricardo Moedas Esteves 0

No passado dia 4 de abril de 2018 tive necessidade de ir ao hospital de Castelo Branco fazer um exame de Litotricia que me obrigou a estar em jejum até final do exame.

Leitores: Em defesa de Joaquim Morão. A obra vale mais do que as promessas

Carlos Ludovice Figueira da Direita 0

Sou beirão de gema. O meu nome é Carlos Ludovice Figueira da Direita. Nasci em Monsanto (aldeia mais portuguesa), em 1950.

Diocese: Ordenação do Padre Miguel Coelho encheu Sé de Portalegre

Florentino Beirão 0

Ao bater da uma da tarde em Alcains, dia 21 de abril, liturgicamente, o Dia do Bom Pastor, juntei-me ao autocarro dos paroquianos da Lardosa- Alcains, para rumar à Sé de Portalegre, um dos berços da diocese.

Leitores: Duas ou três razões pelas quais saio do CDS

José Pedro de Sousa 0

Ainda sobre a recente visita de Assunção Cristas a Castelo Branco. Uma visita pouco genuína e muito oportuna. E duas ou três razões pelas quais saio do CDS. Uma questão de (falta de) respeito e educação.

Leitores: Pela ambição é que vamos

José Sanches Pires 2

Um eloquente poema de Sebastião da Gama diz: “Pelo sonho é que vamos… Haja frutos ou não haja frutos, pelo sonho é que vamos”.

Leitores: Carta Aberta de Fernando Jorge a Joaquim Morão

Fernando Jorge 0

"Conheço bem a sua força anímica e firmeza e sei da tranquilidade da sua consciência, além disso não são umas meias verdades, que mentiras são, que lhe tiram o sono".

Digressões Interiores: Outros tempos, outros sinais

João Lourenço Roque 0

Em tempos recentes de seca prolongada, admira-me, mas só até certo ponto, não terem ressurgido antigos rituais e manifestações de religiosidade popular.

Leitores: Floresta, ativo territorial estratégico (II)

João Carvalhinho 0

No verão passado, no dia 23 de julho, partilhei com a população do Gaviãozinho (Santo André das Tojeiras) a angústia de uma noite de incêndio. A aldeia, com os acessos cortados, permaneceu cercada pelo fogo durante várias horas.

Leitores: Atração de investimento. Castelo Branco precisa de uma nova atitude

Carlos Almeida 0

Existem enormes benefícios em estudar as cidades concorrentes na captação do investimento e compará-las, como um meio de melhoria. Aos Presidentes das Câmaras exige-se que identifiquem as competências e as promovam.

Leitores: Penamacor. 75.º Convívio de antigos bancários

António Alves Fernandes - Aldeia de Joanes 0

No ano de 2002, um grupo de bancários, depois de uma tertúlia gastronómica na Quinta da Raivosa em Penamacor, propriedade do Toscana, resolveu continuar a encontrar-se de dois em dois meses em local a combinar.

Leitores: Castelo Branco: do interior para o mundo

Helder Henriques - Membro da Assembleia Municipal de C. Branco 0

Nos últimos meses, temos assistido à distinção de um conjunto de Albicastrenses que têm assumido um papel fundamental na promoção da nossa cidade e concelho.