Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Saiba mais

Castelo Branco: Grávidas receberam bênção na Sé

José Furtado - 25/05/2018 - 18:55

A Semana da Vida terminou com a bênção das grávidas, um momento que juntou cerca de duas dezenas de grávidas e os respetivos familiares.

Sé recebeu cerca de duas dezenas de grávidas. Foto José Furtado/ Reconquista

No dia em que a Igreja recordou o momento em que os apóstolos receberam o Espírito Santo, a paróquia de São Miguel da Sé celebrou aqueles que chegam dentro de pouco tempo ao mundo.

A Semana da Vida terminou no domingo com a bênção das grávidas, um momento que juntou cerca de duas dezenas de grávidas e os respetivos familiares, numa Sé que encheu para assistir a um dos momentos com mais significado no calendário católico.

Nuno Folgado, o pároco in solidum de São Miguel da Sé, disse na homilia que a experiência pela qual passaram os apóstolos “está para lá de todas as línguas, de todas as palavras, ideias e conceitos. Está para lá de tudo”.

Depois de tudo o que fez, Deus lembrou-se ainda de dar o seu espírito, realçou o sacerdote, para quem “o filho corresponde ao amor do pai e são estes dois amores, do Pai ao Filho e do Filho ao Pai, que corresponde à Santíssima Trindade”.

Para Nuno Folgado, os dois mil anos que separam esse tempo do de hoje não desvirtuaram a mensagem de Cristo, sabendo-se que há sempre quem acrescente um ponto (ou mais) aos contos.

“Estamos envolvidos neste conto de Deus que é partilhado por cada um de nós. Graças ao Espírito Santo estamos envolvidos na vida do próprio Deus”.

E pediu às mães, sentadas nas primeiras filas da Sé, que contassem a história aos filhos que vão chegar dentro em breve “sem medo de o fazer porque o próprio Jesus Cristo diz: enviar-vos-ei o Espírito Santo que vos recordará todas as coisas”. E recordar “é levar ao coração”.

A bênção das grávidas foi em Castelo Branco o ponto final da Semana da Vida, que a Igreja Católica em Portugal iniciou a 13 de maio com o tema da eutanásia com destaque e partindo do alerta do Papa Francisco sobre as “novas interrogações” relativas ao “sentido da vida humana”, noticia a Agência Ecclesia.

COMENTÁRIOS